Bruno Rios

SOBRE / OBRAS / ARTIGOS / EXPOSIÇÕES

 

Bruno Rios ao olhar para o mundo inspeciona e configura jogos poéticos a fim de mensurar e apontar possíveis caminhos na estruturação da paisagem. Inverter escalas topográficas, fragilizar o tempo a partir de palavras ou medir o corpo através de algo não palpável são algumas estratégias usadas pelo artista ao tentar coletar dados de uma contemporaneidade que conforma paisagens superpostas e deslocamentos territoriais. A vulnerabilidade das coisas ao nosso redor é comprovada pela manipulação simples do mundo, por ações pontuais propostas nos trabalhos apresentados, instabilizando sistemas e lógicas cotidianas.