News

Estudo de Campo | Bruno Rios | projeto Work In Process V

O projeto Work.In.Process apresenta nesta edição obras do artista mineiro Bruno Rios, produzidas a partir de 2012. 


Ao olhar para o mundo, o artista Bruno Rios investiga e configura jogos poéticos a fim de mensurar e apontar possíveis caminhos na estruturação da paisagem. 
Inverter escalas topográficas, fragilizar o tempo com o uso das palavras ou medir o corpo através de elementos não palpáveis são algumas estratégias usadas pelo artista ao tentar coletar dados na elaboração de suas obras. A vulnerabilidade das coisas ao nosso redor é comprovada pela manipulação simples do mundo, por ações pontuais propostas nos trabalhos apresentados, questionando sistemas e lógicas cotidianas.

Em obras como 'A medida de Todas as Coisas', 'Cara ou Coroa, plano real ou o mesmo lado da moeda' e ‘Estudo de Campo II’, sutis reflexões sócio-políticas - não militantes ou panfletárias - re-significam o 'agora' e o 'entorno'. Bruno utiliza-se de recursos simbólicos populares como um copo americano, uma moeda ou a vista aérea de um campo de futebol e os desdobra em poéticas subliminares, imprimindo à obra tanto autonomia quanto empatia, pois sua aparente simplicidade convida generosamente o espectador a entrar no jogo. 

Este, o jogo de re-construção de signos comuns, está presente também na pesquisa de vídeo, performance e instalação, uma tentativa involuntária (ou zen) de reestruturar o mundo ou inverter alguma ordem. Talvez seja o conhecimento precoce que tanto a ação, quanto a 'não-ação', tem igual responsabilidade ou peso, explícito em sua pesquisa profunda com o desenho - seu grande mestre ou caminho.

Segundo o artista, a série de desenhos que desenvolveu em 2015 durante a residência no Hermes Artes Visuais, surgiu "a partir da possibilidade de combinações de fragmentos de imagens e gestos distintos, buscando relacionar materiais diversos na construção de uma espécie de narrativa compositiva estruturada pelo acaso e pela diferença."

Bruno acaba de lançar a publicação 'Trivial' junto aos artistas Juan Narowe e Ricardo Reis, fruto de uma parceria entre a Feira Plana, a Cossac Naify e o Mis (Museu da Imagem e Som de São Paulo). 

BIO:
Bruno Rios vive e trabalha em Belo Horizonte | MG, onde se formou em Artes Visuais com habilitação em Artes Gráficas na UFMG. Trabalha com diversas linguagens onde as pesquisas giram em torno das noções de escala, do jogo como possibilidade construtiva, do corpo em relação à paisagem, do desenho, etc. Entre as principais exposições que participou destacam-se: “Exposição dos finalistas do 4º Prêmio EDP nas Artes” no Instituto Tomie Ohtake em São Paulo, “11º Spa das Artes” em Recife, “Corpo Tangente” - individual no Palácio das Artes em Belo Horizonte, “Bang - VI Festival Internacional de Video Arte de Barcelona”, “Impossível Arquitetura” individual na Galeria Desvio em Belo Horizonte. Atualmente Bruno Rios é representado pela galeria Emma Thomas, SP.

Estudo de Campo | Bruno Rios | Work In Process V
Abertura: 19 de fevereiro de 2016, das 18 às 22 horas
De 15 a 27 de fevereiro | 2016