News

Corpos D'água

Erica Ferrari // de 25 de julho a 22 de agosto

Em “Corpos D’água” Erica Ferrari utiliza como referência para os painéis o mapa hidrográfico de São Paulo, concentrando-se na região onde a galeria está localizada – nas imediações dos bairros Jardim América e Pinheiros. Os objetos, por sua vez, são baseados na arquitetura de edificações existentes nesses bairros. Esses recortes de construções, colocados de ponta-cabeça, são vazados e preenchidos por água.

Com essa obra, a artista realiza uma experiência estética do processo agressivo de urbanização pelo qual a cidade de São Paulo passou no século passado. Através da água, utilizada tanto como elemento gráfico quanto como material de produção, Erica faz referência aos rios da cidade, que tiveram seus cursos desviados e retificados para dar lugar ao avanço da metrópole, hoje impermeabilizada por concreto e asfalto, o que gera consequências no cotidiano de seus habitantes, seja em questões práticas ou mesmo na paisagem local. “É uma tentativa de abarcar, a partir de pesquisa e síntese, o que envolve viver ininterruptamente na metrópole e o que poderia ser uma abordagem estética correlata. O grau de intervenção que os cursos de água da cidade sofreram é extraordinário e dizem muito a respeito da nossa mentalidade histórica”, conta a artista.

“Corpos D’água” apresenta ainda um conjunto de fotografias que vão da arquitetura da cidade ao cinema, sendo uma delas um registro da instalação numa rua da região escolhida como tema pela artista. Com isso, Erica Ferrari promove um diálogo com o real, apontando para as origens de sua obra.