News

Estratigrafia – Palácios

Erica Ferrari // de 26 de setembro a 01 de novembro

‘Estratigrafia – Palácios’ parte da pesquisa acerca das camadas históricas dos Palácios Nacionais, dos quais a artista destaca os que guardam passagens de luta e violência e que funcionam atualmente como museus ou espaços culturais.

Essas edificações possuem algumas características arquitetônicas semelhantes (hall de entrada e escadarias suntuosos, pé direito alto, evocação nos elementos constituintes da cultura greco-romana, etc) que denotam, para além da linguagem arquitetônica, insígnias de poder. O dado de interesse aqui é a relação da história dessas construções e dos seus usos, tanto na questão do local escolhido para abriga-las (muitas edificadas em pontos nos quais algum movimento social ou governamental já havia se tornado notório), quanto na importância de sua posse ou tomada por movimentos de revoltas populares.

Nesse sentido, esses prédios se alinham a uma função de monumentos, mesclando ao mesmo tempo a ideia de patrimônio e de marco glorificador de fatos e pessoas, inclusive aí podendo perecer com sua destruição por novos agentes insatisfeitos com os significados exaltados na sua existência como tal. A partir disso, a transformação desses espaços em museus ou centros culturais parece amortizar essa função de glorificação do poder própria dessas edificações, absolvendo-os de seu passado e tornando-os relevantes somente por sua estética e sua idade.